Estudos de Caso

Máquinas perfuradoras de poços da Sri Ramajayam Borewells equipadas com sensores de nível de combustível OMNICOMM

Mais de 20 máquinas de perfuração de poços foram equipadas com a tecnologia OMNICOMM após um projeto piloto. Economia de 50.000 Rúpias por mês obtida em cada equipamento após a instalação do sensor de nível de combustível OMNICOMM

A Índia é uma potência no agronegócio. Mais de 600 milhões de pessoas dependem da agricultura para sobreviver e quase dois terços da terra cultivada não têm irrigação e, portanto, dependem exclusivamente da chuva. O período entre junho e setembro traz 75% do total de chuvas, mas é conhecido por ser irregular.

Consequentemente, os agricultores indianos dependem principalmente das águas subterrâneas para irrigação. Com o aumento da população, menores propriedades de terra e urbanização, poços profundos são cavados para extrair água do solo. A água é extraída com a ajuda de bombas elétricas. A Índia tem uma contagem estimada de mais de 20 milhões de poços perfurados. O lençol freático está caindo em média 0,3 m / ano e até 4 m em alguns lugares. Uma grande perfuratriz pneumática, como a exibida acima, perfura entre 200 e 1.000 pés antes de atingir um aquífero.

OS NÚMEROS

70%
o combustível responde por até 70% do custo operacional das sondas de perfuração
20%
até 20% de perda de volume de combustível através da cadeia de reabastecimento
99,2%
Precisão do sensor de nível de combustível da OMNICOMM
50,000₹
por mês de economia por perfuratriz após a instalação da solução OMNICOMM

O DESAFIO

A SOLUÇÃO

A Sri Ramajayam Borewells, sediada em Sankari, Tamilnadu, na Índia, tem operado as perfurações desde 2001. Eles operam uma frota de 20 perfuratrizes. O combustível contribui para mais de 70% dos custos operacionais e mais de 50 litros de combustível costumavam ficar desaparecidos todos os dias, pois não havia como rastrear os estoques de combustível corretamente. As perfuratrizes costumam ter grandes tanques de combustível. Quando chegam a um local de perfuração, muitas vezes perfuram continuamente por 48 a 72 horas. Cada operação de perfuração pode consumir até 2.000 litros de óleo diesel, enquanto o posto de gasolina mais próximo pode estar a 100 km de distância. O reabastecimento manual é feito no local usando barris portáteis e galões.

Devido à natureza manual do reabastecimento, onde o combustível de um posto de gasolina é transportado a distâncias significativas em barris e galões, o roubo local é comum, e é difícil identificar onde e quem roubou durante cada movimentação de combustível. O operador da máquina não possui um método infalível de medir e registrar o volume exato de combustível recebido.

Sempre que o operador monitora o combustível residual, ele é feito usando varas imprecisas que geram risco adicional associado à abertura freqüente de tampas de combustível para fazer medições.

A KT Telematic Solutions de Sankari, Tamil Nadu, Índia, formou uma parceria com a Omnicomm para fornecer uma solução. O sensor de nível de combustível Omnicomm (LLS) foi instalado no tanque de combustível do compressor pneumático. O LLS fornece uma medição precisa do volume de reabastecimento, consumo e volume residual com uma precisão de 99,2%. O display de nível de combustível (LLD) fornece uma leitura digital minuto a minuto ao operador no local.

Os processos reais de instalação e calibração foram bastante simples e conduzidos por especialistas técnicos da KT Telematics Solutions, com assistência remota do suporte da Omnicomm. Devido a grande capacidade do tanque, a equipe optou por fazer 30+ etapas de calibração. A tabela de calibração foi carregada no LLD em 5 minutos. Antes da equipe deixar o local, o Sr. Senthil, o proprietário do Sri Ramajayam Borewells, verificou a precisão com testes de drenos e abastecimentos no tanque de combustível e deu um sinal positivo aos níveis de precisão observados.

O RESULTADO

A Sri Ramajayam Borewells instalou os sensores de nível de combustível Omnicomm em 20 máquinas adicionais de perfuração de poços. O Sr. Senthil, proprietário de Sri Ramajayam Borewells, comenta: “Fiquei impressionado com a precisão dessa tecnologia; agora estamos economizando milhares de rúpias todos os dias."